Idealização e realização:

Prêmio Roser UNITEC

Prêmio Roser UNITEC

  • Rio Grande do Sul
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6

3 anos

Atualmente, 50 negócios, sendo 12 negócios de impacto

Desenvolvimento

O objetivo do programa é apoiar o desenvolvimento de empreendimentos de base tecnológica com foco na resolução de problemas sociais e ambientais, caracterizadas pelo potencial de inovação de seus produtos/serviços, pelo modelo de negócio, escalabilidade, impacto gerado e pela inserção responsável e construtiva no mercado.

O tipo de suporte de destaque é: “Rede de mentores”. A Unitec tem em sua estrutura de apoio o Núcleo de Empreendedorismo de Impacto (NEI) que, por meio de mestres e doutores com fortes conhecimento de mercado, presta serviço de mentorias para as startups incubadas na Unitec. O programa de incubação é baseado nos processo do CERNE, uma iniciativa da Anprotec em conjunto com Sebrae que visa criar uma plataforma de soluções, de forma a ampliar a capacidade das incubadoras em gerarem empreendimentos inovadores bem-sucedidos. A UNITEC foi certificada CERNE Nível 1 no primeiro semestre de 2017 e está em processo de implementação das diretrizes do CERNE Nível 2 a partir do segundo semestre e todo ano de 2018.

Há contrapartida financeira (valor mensal do programa de incubação).

A Unitec fornece ao empreendedor incubado qualificação por meio de workshops e assessorias em cinco eixos: gestão, mercado, capital, tecnologia e empreendedor. Estimula-se também que as startups participem de projetos promovidos por instituições parcerias, a exemplo o Programa Agir do Sebrae/RS. Outra forma de capacitação e treinamento é a de estímulo à execução de atividades entre os empreendedores que participam do processo de incubação, com a realização de workshops entre eles mesmos, ou seja, o empreendedor que tem habilidade/conhecimento em uma área compartilha o tema com os demais empreendedores e vice-versa.

Baseado no modelo CERNE, a Unitec aplica durante o programa de incubação “O Plano do Empreendedor”, no qual o empreendedor realiza uma avaliação do seu perfil e depois os aspectos traçados são compartilhados com o consultor CERNE, que auxilia o empreendedor a enxergar em que ponto ele se encontra, se está com mais ações que levam para o seu desenvolvimento pessoal ou profissional. A partir dessa primeira autoavaliação os pontos detectados serão trabalhados para que o empreendedor consiga se desenvolver.

A Unitec conta com uma estrutura de duas edificações que totalizam 5.000 m² de área construída, somando mais de 80 módulos empresariais disponíveis aos participantes da incubação. Os módulos empresariais são estruturados com rede lógica de acesso à internet gratuita, mobiliários e ramal telefônico. A Unitec conta ainda com áreas de uso comum disponibilizadas às startups: auditório para 150 pessoas; 6 salas de reunião, espaço arena para eventos; miniauditório para 60 pessoas e dois laboratórios para desenvolvimento e prototipagem e outro para convergência digital. Também se encontram na infraestrutura física da Incubadora um espaço de coworking, showroom para uso das empresas e restaurante.

A ponte com potenciais clientes e parceiros ocorre por diversas formas: ações de mercado, a Unitec realiza eventos “Tech Day” com empresas e/ou instituições parceiras, nos quais as startups das áreas demandadas pelos parceiros são convidadas a apresentarem sua solução/produto/serviço para os potenciais clientes. Outra ação é o evento “Conexões Tecnosinos”, um momento de encontro e “happy hour” entre os empreendedores das startups incubadas com empresas já consolidadas do Parque Tecnológico de São Leopoldo - TECNOSINOS, empresas parceiras e potencias clientes.

A ponte com investidores decorre da relação que a Unitec mantém com fundos de investimento (Criatec, Primatec), com parceiros como Anjos do Brasil, ICE e as aceleradoras ACE, Ventiur, WOW e Grow+.

Divulgação no site oficial da instituição das empresas com seus logos, descritivos e contatos; divulgação de matérias/notícias na fanpage da Unitec; notícias no Portal da Universidade do Vale do Rio dos Sinos; reportagem com os empreendedores para a Newsletter da Instituição que é disponibilizada virtualmente para parceiros nacionais e internacionais; notícias em jornal de circulação local (parceria com jornais); divulgação na rádio Unisinos, empreendedores são convidados a participar de um programa de bate-papo para falar do seu negócio/ação específica etc.

A rede de mentores da Unitec é formada pelos professores do Núcleo de Empreendedorismo de Impacto da Unisinos, os mentores das aceleradoras parceiras, o mentor que acompanha a implementação da certificação Cerne na Incubadora, além do monitoramento de todas as atividades realizado pelo Gerente da Unitec e equipe.

A rede de empreendedores da Unitec é fomentada pela participação dos empreendedores no evento Conexões Tecnosinos, o qual tem como um de seus objetivos o fomento de parcerias entre as empresas. Outro fator de estímulo à rede de empreendedores é a Associação Gaúcha de Startups, que é parceria da Unitec na realização de muitos eventos destinados a atender as demandas dos empreendedores, além de ser mais um canal de conexão da rede.

Baseado no modelo CERNE, a Unitec trabalha o Plano de Desenvolvimento da Empresa Incubada, estabelecendo estratégias, metas e ações para alcançar suas aspirações profissionais e pessoais, e o Plano de Qualificação, detalhado em um cronograma anual para a qualificação dos empresários. Por intermédio de seus parceiros, a incubadora oferece cursos para desenvolvimento dos cinco eixos acima. Após essa etapa, a incubadora faz um Plano de Assessorias e Consultorias. Conforme execução desses planos a Unitec promove reuniões semestrais para acompanhamento e orientação dos empresários, verificando se a empresa atingiu a maturidade para sua graduação.

O recurso filantrópico que se aplica é o de concessão de bolsas e descontos para cursos de graduação da Universidade do Vale do Rio dos Sinos – Unisinos. A UNITEC – Unidade de Inovação e Tecnologia é a unidade de negócios da Unisinos. A UNITEC é encarregada de fomentar e promover a integração entre as empresas Incubadas, empresas Consolidadas no Tecnosinos e a Universidade, articulando e consolidando a realização da inovação tecnológica, potencializando o conhecimento gerado dentro da Universidade e a formação de parcerias estratégicas, internas e externas.

  • Rio Grande do Sul

unitec@unisinos.br

Carta de Princípios para Negócios de Impacto no Brasil: “negócios de impacto são empreendimentos que têm a missão explícita de gerar impacto socioambiental ao mesmo tempo em que geram resultado financeiro positivo de forma sustentável”.

Pode-se distribuir dividendos.

A Unitec tem como setores-alvo: IOT, Big Data, tecnologias para a saúde, energias renováveis e tecnologias socioambientais; impressão 3D, blockchain, datamine; machine learning, data intelligence e analytics que busquem a resolução de problemas da sociedade. Outros setores também são analisados.

Os critérios aplicados na banca de seleção dos negócios são: Espírito Empreendedor (se o candidato tem espírito empreendedor e condições para desenvolver um negócio); Grau de Inovação (grau de inovação da proposta submetida e seu diferencial em relação ao mercado); Viabilidade Técnica/Econômica (se o projeto tem viabilidade técnica/econômica e se as informações apresentadas são coerentes); Competência dos Empreendedores (se os empreendedores possuem as competências chave para desenvolver o negócio proposto); Modelo de Negócio (se o modelo de negócio está alinhado à proposta de valor da empresa); Potencial de Impacto Social.

O Prêmio Roser ocorre anualmente sempre no segundo semestre do ano. É lançado edital de chamada pública no site do Tecnosinos e também ocorre divulgação na fanpage do Tecnosinos. A inscrição é realizada pela plataforma Gust por meio do preenchimento de um formulário com perguntas sobre o negócio, equipe, produto, mercado, viabilidade financeira e demais questões relacionadas ao negócio proposto. Cabe salientar que para participar do Prêmio Roser a equipe que está submetendo o projeto deve no mínimo ter relação/parceria com alguma pessoa da Universidade ou das empresas do Parque Tecnológico de São Leopoldo – TECNOSINOS, essa pessoa deve participar ou ter participado da concepção do projeto e/ou seu desenvolvimento.

Número de negócios já apoiados: 13

Ano em que o programa começou: 2015

Carta de Princípios para Negócios de Impacto no Brasil: “negócios de impacto são empreendimentos que têm a missão explícita de gerar impacto socioambiental ao mesmo tempo em que geram resultado financeiro positivo de forma sustentável”.

A Unitec tem como setores-alvo: IOT, Big Data, tecnologias para a saúde, energias renováveis e tecnologias socioambientais; impressão 3D, blockchain, datamine; machine learning, data intelligence e analytics que busquem a resolução de problemas da sociedade. Outros setores também são analisados.

Pode-se distribuir dividendos.

UNITEC - UNIDADE DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA DA UNISINOS

Incubadora de empresas

Rio Grande do Sul,

1998

Outros

11 pessoas

  • Prestação de serviço para empresas, institutos e fundações
  • Prestação de serviço para o empreendedor
  • Programa Innomarathon, uma competição empreendedora que ocorre anualmente e que desde 2016 ocorre em parceria com a UNITEC, em parceria com a SAP Lab Latin America
  • Programa HEALTH.IDEA, em parceria com a SAP

*A veracidade das informações aqui descritas são de responsabilidade da organização UNITEC - UNIDADE DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA DA UNISINOS. Os dados foram atualizados em 13 de dezembro de 2017.