Idealização e realização:

Rede de Empreendedores/as Sociais Reconhecidos pela Ashoka

Rede de Empreendedores/as Sociais Reconhecidos pela Ashoka

  • Todos os Estados
  • 4
  • 5
  • 6

Ilimitado, durante toda a vida do empreendedor social

5 a 10 reconhecimentos por ano, com 379 empreendedores sociais integrantes da rede (2017)

Desenvolvimento

A Ashoka coconstrói e cultiva uma comunidade de líderes de mudança. Juntos colaboram para transformar instituições e culturas no mundo todo para que todos possam ser agentes de transformação social positiva para o bem comum. O objetivo da facilitação da Rede pela Ashoka é apoiar o empreendedor para que consiga expandir sua ideia, alavancar impacto sistêmico e colaborar na solução de paradigmas da nossa sociedade.

O tipo de suporte de destaque é: “Rede entre empreendedores”. A Ashoka atua com empreendedores(as) sociais que já passaram por um processo criterioso de reconhecimento. São 3.500 reconhecidos pela Ashoka no mundo, sendo 379 no Brasil, constituindo a maior rede global do setor. Atua há 37 anos e está presente em 85 países, sendo uma das grandes responsáveis pela construção do ecossistema de empreendedorismo social no mundo.

Não há contrapartida, é oferecido gratuitamente. No caso de negócios sociais, há o compromisso de que o lucro seja reinvestido totalmente no próprio negócio por um prazo mínimo de dez anos após o reconhecimento do(a) empreendedor(a) pela Ashoka.

Em grupo, presencial e online, os conteúdos são sobre aspectos contábeis, Branding, Comercial, Desenvolvimento de competências empreendedoras, Estratégia, Financeiro, Gestão de Pessoas, Governança, Inovação, entre outros. A frequência e duração depende de cada treinamento - quando se forma a turma, são pelo menos três encontros de dois dias inteiros. Há situações de cinco encontros presenciais, com atividades à distância também. Os encontros de capacitação e treinamento são desenvolvidos sob demanda.

O foco no desenvolvimento pessoal do empreendedor se dá de duas formas: Coaching, com coaches voluntários; Programa Well Being, 1 semana de encontro presencial, e trocas online.

A Ashoka realiza indicação a prêmios, é Referral Partner da rede Trust Law (apoio jurídico pro bono) e tem uma rede temporária de empresas que oferecem serviços pro bono para os empreendedores.

A Ashoka possui uma rede de líderes executivos de apoio, chamada Ashoka Support Network, à qual os empreendedores sociais têm acesso e representa um meio de conexão com potenciais investidores.

São realizados prêmios próprios da Ashoka e há parcerias pontuais com veículos de mídia para produção de artigos e matérias.

São acessados pontualmente, de acordo com a necessidade do negócio. A Ashoka Support Network (ASN) é uma rede de mentores que oferecem apoio aos empreendedores. Em geral, o empreendedor compartilha um desafio e os mentores apoiam com brainstorming as soluções ou fazem aconselhamentos individuais.

Há três formas de conexão entre os empreendedores: (i) são organizados encontros regionais presenciais, esporádicos; (ii) no site da Ashoka há informações dos empreendedores e eles solicitam que uma ponte seja feita entre eles para alguém do time da Ashoka; (iii) existe uma plataforma online pela qual os empreendedores podem participar de fóruns temáticos e se conectar.

Há quatro formas principais de receber suporte em gestão: Take off lab: mentoria nos três primeiros anos após a entrada na rede Ashoka. Parceria com a McKinsey: colaboradores da consultoria apoiam com voluntariado organizações de Fellows Ashoka. Grow2Impact: programa de um ano que foca em criar um modelo de geração de receita para ONGs para desenvolver projeto piloto em negócios sociais. Globalizer: programa com foco em escalar o modelo de organizações para fora do Brasil, com 6 meses de duração.

Quando o(a) empreendedor(a) social é reconhecido/a pela Ashoka ele(a) poderá vir a receber uma bolsa de três anos, de acordo com suas necessidades e com a disponibilidade de recursos no momento, não sendo compulsória.

  • Todos os Estados

selecao@ashoka.org

Definição própria: iniciativas de impacto social e ambiental sistêmico, quando o lucro é reinvestido na organização social para ampliação do impacto.

Não deve haver distribuição de dividendos (é necessário reinvestir 100% do lucro ou superávit)

Educação, Saúde, Meio Ambiente, Direitos Humanos, Participação Cidadã, Desenvolvimento Econômico, incluindo os 17 ODS.

O foco da seleção é a pessoa – o perfil empreendedor – não o negócio. São critérios considerados: inovação, fibra ética, perfil empreendedor, criatividade e impacto social sistêmico (inclui escala, em termos de replicação e capacidade de transformar a origem do problema social e ambiental).

A inscrição é aberta durante o ano todo. O número de painéis de reconhecimento varia entre 1 ou 2 por ano. Para se inscrever, o empreendedor deve preencher um formulário no site. As etapas de seleção são: Nomeação; Avaliação nacional; Avaliação internacional; Painel de reconhecimento; Aprovação final pelo Conselho Global da Ashoka.

Número de negócios já apoiados: 379 no Brasil

Ano em que o programa começou: 1986

Definição própria: iniciativas de impacto social e ambiental sistêmico, quando o lucro é reinvestido na organização social para ampliação do impacto.

Educação, Saúde, Meio Ambiente, Direitos Humanos, Participação Cidadã, Desenvolvimento Econômico, incluindo os 17 ODS.

Não deve haver distribuição de dividendos (é necessário reinvestir 100% do lucro ou superávit)

Ashoka Brasil

Rede

São Paulo,

1986 no Brasil (globalmente, 1980)

Associação

8 (Brasil)

  • Doação de PF e PJ
  • Prestação de serviço para empresas, institutos e fundações

A Ashoka tem 4 áreas de foco e investimento:

  • Empreendedorismo Social: identificar, reconhecer e conectar empreendedores sociais inovadores que estão construindo o caminho para um mundo no qual todos podem ser agentes de transformação social positiva.
  • Empatia: para prosperar no mundo atual de rápidas mudanças todos devem ser agentes de transformação, e a vontade de realizar mudanças começa com a empatia.
  • Liderança juvenil: a Ashoka está liderando um movimento global para transformar a forma como jovens crescem e aprendem para que tenham o poder de liderar e contribuir para mudanças positivas.
  • Equipes de Equipes: para viver e trabalhar em um mundo de agentes de transformação é necessário abandonar a divisão entre setores e organizar-se em equipes de equipes abertas e flexíveis.

*A veracidade das informações aqui descritas são de responsabilidade da organização Ashoka Brasil. Os dados foram atualizados em 12 de dezembro de 2017.